discreta calidez

Em largos movimentos indagou o espaço em silêncio. O seu vulto ilustrava uma severa disciplina, o cabelo aprumava-se meticulosamente numa popa grisalha sobre a testa e os gestos acompanhavam o fato claro, muito bem cuidado, numa magistral coreografia.
A sua voz, empertigada, deteve-se a um canto da sala, diante de uma peça demasiado discreta. Estranhei a escolha.
- É uma escalfeta de mãos?
Durante uns longos e detalhados minutos contemplou a caixinha em ferro fundido, alegrando-se com o cheiro das brasas de carvão.
- Faço hoje cinquenta anos de casado. Com o peito cheio de amor a minha mulher terá, certamente, as mãos frias.

Sem comentários:

Enviar um comentário