troca de olhares

Os olhares que te deito
Desde a hora em que te vi
São as falas do meu peito
Que morre de amor por ti!

Quantos olhares são trocados
Em segredos envolvidos!
Sinais mudos, bem falados,
Por quem são compreendidos!

Não é preciso falar
Havendo combinações
Porque a troca do olhar
É a voz dos corações!


Se tivesse de escolher um poema para ele talvez optasse por aquele cantado por Amália Rodrigues, aqui parcialmente interpretado por Lula Pena.
No início desta música encontramos ainda alguns versos de "Namoro" de Viriato da Cruz, poeta angolano.

2 comentários:

  1. Ora bolas! Ainda não tenho resposta para isto! Mas há-de chegar, em igual ou superior medida de ternura. :)

    ResponderEliminar